Memória

Uma das coisas que sempre me assustou foi a ideia de perder a memória. Porque a memória é aquilo que nos constrói, que nos relembra quem somos, para onde não queremos voltar. É com a memória que relembramos verdades acerca de quem somos, do que fizeram por nós, dos que já foram. A memória permite-nos viajar, relembrar, reviver, reencontrar.

Talvez por isso, na banalidade dos dias, de cada segundo que passa e que no entretanto já é passado, me questiono tantas vezes o que recordaremos nós um dia.